Classificados

Administração

Patrocinadores

 Visitem os Patrocinadores
dos Nobres do Grid
Seja um Patrocinador
dos Nobres do Grid
Um calendário para o automobilismo brasileiro PDF Print E-mail
Written by Administrator   
Friday, 12 September 2014 17:18


Cerca de dois meses atrás, publiquei como Editorial aqui no site dos Nobres do Grid uma Carta Aberta aos promotores dos maiores campeonatos de automobilismo do país, com viés comercial (Fórmula Truck; Stock Car; Campeonato Brasileiro de Marcas; Campeonato Brasileiro de Turismo e Fórmula 3 Brasil), expondo todo o meu – e certamente partilhado por todos que trabalham no Projeto Nobres do Grid – descontentamento com a forma como os calendários destas categorias tem sido definidos, com a ocorrência de diversas “datas conjuntas” e, neste anos atípico de copa do mundo, com o requinte de incoerência de se realizar duas corridas em cidades separadas por apenas 200 Km de distância no mesmo final de semana.

 

Esta Carta Aberta também teve como destinatário o Presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo, que tantas vezes afirmou que o papel da CBA é o de gerir o funcionamento do automobilismo brasileiro e não o de organizar e promover categorias, tem falhado na sua gestão ao permitir que tais situações de “coincidência de datas ocorram”, mesmo em anos sem que a copa do mundo ou mesmo as eleições sejam usadas como justificativa para tal.

 

Os “produtos” da VICAR e a Fórmula Truck possuem aspectos bem distintos, embora o “verdadeiro aficcionado” por automobilismo seja capaz de assistir a tudo em termos de corridas – desde carrinhos de rolimã à Fórmula 1 – de uma maneira geral, os públicos que nossos enviados aos autódromos encontram possuem características bem particulares. E o que os leva ao autódromo?

 

A resposta é simples: O espetáculo! A competição! Os protagonistas! Alguns anos atrás, tive a oportunidade de assistir das arquibancadas uma etapa da Fórmula Truck em Brasília. Débora Rodrigues, hoje uma distinta senhora e mãe de dois filhos não é mais a bela sem terra que estampou a capa da Playboy, mas sua presença em seu macacão cor de rosa provocou uma reação no público muito maior do que a provocada pelo campeão daquela temporada e ex-piloto da Fórmula Indy, Felipe Giaffone. É esta interação, esta sinergia, que enche os autódromos.

 

Atual reta dos boxes. Acima, a arquibancada da Stock Car. Abaixo, a da Fórmula Truck. Foto 30 minutos antes da largada.

 

Durante a visitação nos boxes, a presença de Rubens Barrichello na Stock Car tem transformado a frente dos boxes da equipe Fulltime um enorme amontoado de pessoas como nos foi mostrado em um vídeo feito por um leitor do site que esteve na primeira etapa da Stock Car em Curitiba, no último mês de abril.

 

Diante de tudo isso, não posso deixar de questionar a todas as partes envolvidas e certamente interessadas de que seus produtos de mercado do entretenimento, o porque do público em seus eventos estar encolhendo a olhos vistos. Será que eles tem uma resposta?

 

Como operador de mercado na bolsa de valores, posso traçar um parâmetro. Quando um volume excessivo de ações é oferecido para venda no mercado, seu preço geralmente despenca, a menos que haja uma busca muito maior do que a demanda de oferta.

 

Final antiga reta dos boxes. Acima, a arquibancada da Stock Car. Abaixo, a da Fórmula Truck. Foto 30 minutos antes da largada.

 

Nos últimos meses de julho e agosto, separadas por apenas quatro semanas, tivemos em Cascavel-PR uma etapa da Fórmula Truck (em 20 de Julho) e uma da Stock Car / Campeonato Brasileiro de Turismo (em 17 de Agosto), sendo esta última, no mesmo dia em que a Fórmula Truck corria na cidade gaúcha de Santa Cruz do Sul.

 

Enviamos um integrante do site para produzir o material que em parte já está publicado em suas respectivas seções (Olho Clínico – A Truck sem Catalisador) e o (Especial – Calendário Stock 2014), além de outras matérias que seguirão o nosso planejamento de publicação. Pessoalmente solicitei que fossem feitas fotos das áreas de público das duas etapas tendo a mesma tomada, as mesmas áreas, das duas categorias para uma comparação.

 

Além da evidência de que a Fórmula Truck levou um público algo em torno de 40% maior do que a Stock Car, chamou-me a atenção que em ambos os casos, o público no autódromo foi sensivelmente menor do que em edições anteriores destes eventos, comparando apenas entre eles mesmos. Basta ver as fotos publicadas aqui neste editorial e comparar com fotos tiradas no nosso especial da Fórmula Truck, feito em 2012 também em Cascavel e nas fotos do site da Stock Car com fotos do público em 2013.

 

Área do Camping. Acima, a arquibancada da Stock Car. Abaixo, a da Fórmula Truck. Foto 30 minutos antes da largada.

 

No caso da etapa da Stock Car deste ano, além de ter ocorrido apenas quatro finais de semana após a etapa da Fórmula Truck, com o fato de, no mesmo dia, a categoria mais popular do pais realizava uma etapa em um estado relativamente próximo e com transmissão ao vivo pela televisão.

 

Depois de algumas conferências com os editores do site e com os criadores do Projeto Nobres do Grid, estamos lançando um projeto diferente. No final de novembro, estaremos enviando para a CBA, para a VICAR e para a direção da Fórmula Truck, um projeto de calendário para conciliar os três maiores eventos do automobilismo nacional entre eles e com o calendário de eventos internacionais previstos para ocorrer no país (Fórmula 1, Mundial de Endurance, Moto GP e Fórmula Indy) de forma que não haja conflitos de datas, conflitos de horários, conflitos de proximidade geográfica, proximidade de tempo entre eventos no mesmo autódromo ou mesmo próximos, em torno das quais as categorias dos “gentlemen Drivers” (Mercedes; Porsche; Mitsubishi e Sprint Race) e os regionais montariam seus calendários.

 

Há praticamente seis anos este grupo de abnegados vem trabalhando pelo bem do automobilismo brasileiro. Inicialmente apenas com o resgate, a preservação e a divulgação da vida e história desta geração maravilhosa de pilotos aos quais, por inspiração daquele que é o padrinho deste projeto, o eterno Luiz Pereira Bueno, que em uma carta chamou os criadores do projeto de “Nobres do Grid”, quando, na verdade, eles sempre serão os Nobres e nós, os súditos, vem dedicando horas e horas de suas vidas e que transformaram um site de amadores em um dos três maiores portais de automobilismo do país em termos de diversidade e de volume de acessos.

 

Alto da antiga reta dos boxes. Acima, a arquibancada da Stock Car. Abaixo, a da Fórmula Truck. Foto 30 minutos antes da largada.

 

Que este novo projeto seja mais um passo, mais um laço, mais uma demonstração do nosso interesse pelo bem do automobilismo nacional, sem necessidade de remuneração ou auto promoção.  Sem a soberba de achar que é algo definitivo e perfeito, mas sim uma proposta para um início de diálogo do qual desejamos poder participar. Afinal, sem o automobilismo, não haveria razão de ser para nenhum de nós.

 

Fernando Paiva 

 

Last Updated ( Monday, 15 September 2014 00:25 )