Classificados

Administração

Patrocinadores

 Visitem os Patrocinadores
dos Nobres do Grid
Seja um Patrocinador
dos Nobres do Grid
Em nome da Causa PDF Print E-mail
Written by Administrator   
Thursday, 27 June 2013 02:43


Nestes pouco mais de três anos nos quais tenho feito parte do Projeto dos Nobres do Grid, através do site, onde comecei como colunista mensal e depois de algum tempo recebi o desafio de assumir a gestão do mesmo, coordenando os trabalhos dos colunistas, buscando novos membros, diversificando os seguimentos e montando um bom banco de dados junto com meu primo Maurício e com o goiano Paulo Alencar, em minhas conversas com eles e também com o Editor Chefe do site, o Flavio, por diversas vezes externei o meu desapontamento com a postura de várias pessoas que escrevem na mídia esportiva neste nosso seguimento, onde um parece querer ser sempre mais que o outro, quer ser o dono da verdade, quer ser o dono da história.

 

Não consigo deixar de rir quando vejo um site ou um blog onde uma foto de uma revista ou jornal de 20, 30, 40, 50 anos atrás está lá publicada com uma “marca d’água”, mostrando que aquela foto é “propriedade dele”. É muita falta de senso de ridículo! Ainda que fosse do dono da foto, como vejo as fotos do grande Rogério  da Luz ou do Claudio Laranjeira, para citar os mais antigos, ou do Rodrigo Ruiz, que recentemente nos cedeu uma foto, é um prazer divulgar, mostrar e elogiar o trabalho deles.

 

Há algumas semanas fomos procurados pelo jornalista Hugo Becker, do site Grande Prêmio, o maior portal de automobilismo do Brasil.

 

Humildemente, o profissional – porque os membros da equipe do Grande Prêmio são profissionais, e os considero excelentes profissionais – veio pedir ajuda para fazer uma matéria sobre o Nobre do Grid Christian Heins, falecido há 50 anos.

 

Coincidentemente, estávamos também trabalhando na melhora da página do piloto na “Galeria de Heróis”, espaço dedicado à biografia destes bravos pilotos que escreveram a história do nosso automobilismo, onde mobilizamos nosso correspondente internacional, Willy Möller, na busca de novas e inéditas fotos junto aos seus contatos pessoais.

 

Sem o menor constrangimento, sem o menor interesse pessoal e compreendendo a dificuldade que é se buscar material de tanto tempo já passado, colocamos todo o nosso acervo fotográfico, inclusive as fotos novas, com cenas das 24 horas de Le Mans, com ‘Bino’ ao volante do Alpine M63 número 48, à disposição do jornalista.

 

Após quatro anos e meio de existência, o site dos Nobres do Grid alcançou um platamar de exposição jamais pensado pelos seus idealizadores. Somos hoje o segundo site mais visitado no seguimento automobilismo no país, mesmo sem ser um site de notícias como o Grande Prêmio, o Auto Racing, o Globo.com ou o Tazio, que contam com estruturas profissionais e suporte de grandes portais.

 

Ter um feito como este no currículo, é motivo de orgulho... orgulho pelo trabalho bem feito, orgulho por termos conquistado a credibilidade junto ao público que acompanha o automobilismo. Mas isto tem um preço: precisamos lembrar todos os dias de nossa missão, que é resgatar, manter e preservar a história dos Nobres do Grid. Longe da vaidade de se achar “dono da história”, de se achar ‘nobre’ por ser amigo da realeza e frequentar os ‘palácios’.

 

A matéria publicada na revista eletrônica ‘Warm Up’ traz os créditos ao site dos Nobres do Grid. O jornalista Hugo Becker, em nossa troca de emails disse que iria colocar os créditos para “o meu trabalho de colaboração”. Pedi-lhe gentilmente que, ao invés do meu nome, colocasse o nome do site, uma vez que a confecção do nosso acervo é fruto do trabalho de muitos e nos consideramos uma coletividade. Todos temos nossas próprias atividades, como profissionais e/ou estudantes, mesmo assim, dedicamos horas de nosso – por vezes escasso – tempo livre vasculhando os arquivos digitais da Quatro Rodas, indo a bibliotecas públicas ou contando com a boa vontade do nosso querido Nobre do Grid, Luiz Fernando Terra Smith, que tem todas as ‘Autoesporte’, desde a edição ‘zero’ e colocou-a à disposição do projeto. Gentilmente fomos atendidos pela editoria da revista e, nos créditos da matéria, está o nome do site.

 

O trabalho de resgate, preservação e divulgação da memória do nosso automobilismo e dos Nobres do Grid precisa disso que aconteceu este mês entre o site no qual trabalhamos e a equipe do portal Grande Prêmio: cooperação! E que esta forma de trabalho torne-se cada vez mais intensa, com todos os meios de comunicação para que a história dos Nobres do Grid seja preservada e divulgada para esta e para as gerações futuras. Parabéns a todos no Grande Prêmio e em especial, aos jornalistas Hugo Becker e Renan do Couto.

 

Sem vaidades, sem esnobismo, sem prepotência, sem arrogância, sem empáfia! Ninguém que escreve sobre automobilismo na imprensa tem o direito de se adonar da história. O dever do profissional  (ou do amador) de mídia é o de relatar o fato, de dar sua opinião em um editorial ou uma coluna pessoal. De preservar sua obra, as fotos que tirou, os textos que escreveu, mas não de julgar-se dono da obra alheia.

 

Como dizemos em nossa máxima, os Nobres do Grid são os Pilotos que escreveram a história do nosso automobilismo. Nós somos apenas súditos!

 

Até a próxima,

 

Fernando Paiva 

 

 

 

Last Updated ( Thursday, 27 June 2013 02:56 )